Viajámos pelas 9 ilhas dos Açores durante 2 meses, conhecendo todo o arquipélago, e ainda assim soube-nos a pouco. Tentámos absorver o máximo possível da cultura e da beleza de cada ilha, compreendemos como são diferentes umas das outras, as suas particularidades e idiossincrasias e voltámos com a sensação do absurdo que é falar dos “Açores” como um só. As 9 ilhas são amores diferentes e juntas formam um paraíso que vale a pena desvendar lentamente, sem pressa e com respeito, e se possível de leste para oeste, deixando, na nossa opinião, o melhor para o fim.

Neste guia tentamos resumir tudo o que há para ver em cada uma das nove ilhas açorianas, com recomendações práticas para quem está a organizar a sua viagem antes de chegar (qual ilha visitar, o que fazer em cada uma, alojamento e até restaurantes) e dicas úteis para quem já se encontra neste paraíso no meio do oceano atlântico.

A vista deslumbrante sobre a Lagoa do Fogo, Ilha de São Miguel.

Conteúdos

Informação práctica para viajar aos Açores

As ilhas dos Açores são um arquipélago da Macaronésia (incluindo também as Ilhas Canárias, Cabo Verde, Madeira e as Ilhas Selvagens) e uma curiosidade é que embora geograficamente as ilhas dos Açores se situem na Europa, geologicamente isto não é verdade para as 9 ilhas do arquipélago. As ilhas do grupo ocidental, Flores e Corvo, estão geologicamente na América, uma vez que se encontram na placa tectónica do continente americano.
Número de ilhas: 9 ilhas divididas em 3 grupos. O grupo Oriental é constituído por 2 ilhas (São Miguel e Santa Maria); o grupo Central é constituído por 5 ilhas (Terceira, Graciosa, Faial, Pico e São Jorge) e as últimas 3 – Faial, Pico e São Jorge – são conhecidas como “o triângulo Açores” devido à sua proximidade (são normalmente visitadas juntas na mesma viagem); o grupo Ocidental é constituído por 2 ilhas (Flores e Corvo).
Qual das 9 ilhas a visitar: Tendo em conta que demoraria pelo menos um mês a conhecê-las todas bastante bem, aqui estão algumas dicas para o ajudar a escolher qual das 9 ilhas a visitar.
Moeda: Euro (EUR). Existem caixas multibanco em todas as ilhas
Orçamento diário: O ideal é reservar tudo com antecedência: carro de aluguer, alojamento e voos/barcos entre ilhas (nesta ordem porque os carros são os primeiros em esgotar). Nesta secção do guia damos-lhe todas as informações sobre transporte. Os preços dos carros raramente descem dos 25 euros/dia (mais informação aqui). Uma noite de alojamento para 2 pessoas varia entre 50 – 60 euros/noite para um quarto com casa de banho privada (e, em alguns casos, com cozinha) ou apartamento. Recomendamos alojamentos na secção específica de cada ilha para saber qual é a melhor zona para ficar. As refeições andam à volta de 20 euros/pessoa. Como tal, o orçamento diário é de 90-100 euros/dia aproximadamente duas pessoas.
Clima: É uma lotaria, ou seja, o clima açoriano é completamente imprevisível e, como se diz por lá, pode apanhar as 4 estações do ano num só dia. Para fazer pontaria para a maior possibilidade de dias de sol e desfrutar das incríveis piscinas naturais, claro que a melhor altura para visitar os Açores é no Verão, aqui dizemos-lhe porquê.
População: 237.000 (em 2021). A ilha mais povoada é São Miguel (metade de toda a população açoriana vive em São Miguel) e a menos povoada é o Corvo (cerca de 400 pessoas).
Fuso horário: UTC + 0. A diferença horária com Portugal Continental é de 1 hora menos.

Poço do Ferreiro, um dos lugares mais bonitos que alguma vez vimos, na ilha das Flores.

Qual a melhor ilha dos Açores para visitar

É necessário pelo menos um mês para visitar as 9 ilhas e conhecê-las bastante bem, por isso se a sua viagem for apenas de alguns dias ou semanas, terá de escolher qual das ilhas açorianas visitar.

Como sempre, isto é muito subjectivo e depende muito dos gostos e formas de viajar de cada pessoa, mas aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

  • Se é a sua primeira vez no arquipélago e a sua viagem é de 7 dias ou menos, São Miguel é um excelente primeiro contacto com os Açores e merece esses 7 dias para conhecer bem e calmamente a ilha.
  • Devido à proximidade geográfica e à facilidade de ligação entre elas, é também comum agrupar as seguintes ilhas:
    • Ilhas do triângulo: Faial, Pico e São Jorge
    • Ilhas do grupo ocidental: Flores e Corvo
  • Cada ilha é única e diferente das outras, todas elas têm algo que as torna especiais e dignas de uma visita. Dependendo dos seus gostos, poderá ter mais interesse numa ou noutra, por isso, para o ajudar, na secção seguinte tem os melhores lugares em várias categorias (sítios para mergulhar, paisagens, vulcões, restaurantes, etc.) que escolhemos após muito debate nos nossos ‘Óscares RandomAzores’.
Vistas da Montanha do Pico no nosso alojamento Baco’s, Ilha do Pico.

Se quiser inspirar-se, neste outro artigo fizemos o exercício de escolher as jóias que não pode perder na sua viagem aos Açores: As 9 Maravilhas do Mundo Açoriano .

Mais abaixo neste mesmo post encontra o nosso particular Oscars RandomAzores com os nossos lugares favoritos das 9 ilhas em várias categorias.

Também como orientação, deixamos-lhe o número de dias que consideramos “ideais” para visitar cada ilha:

Uma das 9 Maravilhas do Mundo Açoriano: A Fajã da Caldeira de Santo Cristo, Ilha de São Jorge

Quando visitar os Açores

Sem dúvida, a melhor época para ir aos Açores é durante o Verão, de Junho a Setembro, embora esta seja também a época com maior afluência de turistas. Em qualquer caso, o tempo nos Açores varia enormemente (diz-se sempre que se pode ter as 4 estações do ano no mesmo dia, e nós confirmamos por experiência própria), pelo que não há garantia de bom tempo. Julho e Agosto são os meses com mais turismo, por isso recomendamos ir em Maio, Junho, Setembro ou Outubro.

Viajámos pelas ilhas durante 2 meses (de meados de Maio a meados de Julho) e tivemos todo o tipo de clima em todas as ilhas.

No Verão é mais fácil deslocar-se entre ilhas (voos e barcos mais frequentes, inclusive existem ligações de barco que só existem durante o Verão) embora seja necessário reservar tudo com bastante antecedência (alojamento, voos, aluguer de carro…) porque se esgotam rapidamente e consequentemente os preços aumentam muito.

As águas turquesa das piscinas naturais de Santa Cruz das Flores, com a vizinha ilha do Corvo ao fundo

Como chegar aos Açores

Geralmente o mais económico é voar de Lisboa/Porto com a Ryanair para Ponta Delgada (São Miguel) ou Lajes (Terceira). Por vezes também é possível encontrar bons preços com a Tap ou Sata (a companhia aérea açoriana responsável por todos os voos inter-ilhas) mas o ideal é que seja flexível com datas e use sites de comparação de preços como o Skyscanner e o Kiwi.com. Uma vez no arquipélago pode voar com Sata para qualquer ilha açoriana.

A sobrevoar a ilha do Pico e o Piquinho, o ponto mais alto de Portugal (subimos os seus 2351 metros!) na janela do avião da Sata

Os Açores em tempos de pandemia: medidas Covid-19 para viajar para os Açores

Medidas actualizadas em 22 de Agosto de 2021

Estas são actualmente as medidas para viajar para os Açores durante a pandemia de Covid-19:

  • Com Certificado de Vacinação da UE: sem prova de entrada ou saída em qualquer ilha
  • Sem Certificado de Vacinação da UE: PCR até 72h antes do voo para as ilhas. Se não tiver o PCR feito, poderá fazê-lo à chegada, mas terá de esperar pelo resultado na quarentena. Tenha cuidado! Em caso de resultado positivo, terá de suportar os custos envolvidos na quarentena (hotel, refeições, etc.) por isso recomendamos-lhe que viaje com o seguro Iati que o cobre. Recomendamos-lhe que viaje sempre com seguro, mas em circunstâncias pandémicas parece-nos essencial. Em esta ligação tem um desconto de 5% ao subscrever um seguro.

Não serão necessários mais testes (PCR ou teste de antigénios) mesmo que esteja no arquipélago por mais de 7 dias (até 9 de Agosto teve de fazer testes extra com base na duração da sua estadia).

Lembre-se de verificar sempre as medidas actualizadas nos sites oficiais: Destino Seguro e Visit Azores. Como as medidas estão em constante actualização, as informações do nosso guia podem estar desactualizadas.

Não lhe será pedido um PCR no seu regresso a Portugal Continental, nem no aeroporto de Lisboa nem no aeroporto do Porto.

Existem diferentes restrições em cada ilha e inclusive no concelho de cada ilha: horários de abertura, capacidade, etc. Por esta razão, é melhor consultar o site oficial Visit Azores para informações actualizadas sobre a ilha que vai visitar.

Caldeirão, uma das mais belas paisagens (se não a mais bela) de todo o arquipélago açoriano. Ilha do Corvo

Faça aqui um seguro Iati com 5% de desconto

O que visitar e o que fazer nos Açores

Os Açores estão divididos em 3 grupos:

  • Grupo Oriental: São Miguel e Santa Maria
  • Grupo Central: Faial, Pico, São Jorge, Graciosa e Terceira
  • Grupo Ocidental: Flores e Corvo

No grupo central, as ilhas do Faial, Pico e São Jorge são também conhecidas como “as ilhas do triângulo” e estão ligadas por barco durante todo o ano.

Aqui estão os principais locais a visitar em cada ilha para que possa decidir a que ilha viajar.

A impressionante Fajã Grande com a queda de água do Poço do Bacalhau ao fundo, na ilha das Flores

São Miguel

São Miguel é a maior e principal ilha do arquipélago açoriano, e também a mais turística. É uma excelente porta de entrada para os Açores, com muito para ver e fazer e uma gama incrível de opções gastronómicas e de alojamento. Dê uma vista de olhos ao nosso Guia completo de São Miguel que temos a certeza que será útil na organização da sua viagem. Também lhedeixamos os principais locais da ilha e as nossas stories de Instagram em destaque, onde pode ver em directo as aventuras dos dias que passámos na ilha verde.

O que visitar e fazer em São Miguel

Stories destacados no nosso Instagram: São Miguel I, São Miguel II e São Miguel III.

Principais locais a visitar em São Miguel (organizados por zona)

  • Furnas e arredores
    • Lagoa das Furnas
    • Parque Terra Nostra
    • Poça Dona Beija
    • Caldeiras
    • Cozido das Furnas
    • Miradouros (Pico do Ferro, Salto do Cavalo…)
    • Praia do Fogo (Ribeira Quente)
  • Oeste (Sete Cidades e Mosteiros)
    • Lagoa das Sete Cidades e miradouros (Vista do Rei, Cerrado das Freiras…)
    • Ruínas do Hotel Monte Palace e vista
    • Lagoa de Santiago
    • Miradouro da Boca do inferno ou Grota do Inferno
    • Lagoa do Canário
    • Trilho da Serra Devassa (Lagoa das Éguas, Lagoa das Empadadas…)
    • Sete Cidades
    • Miradouro Ponta do Escalvado
    • Ponta da Ferraria
    • Praia dos Mosteiros
    • Piscinas naturais dos Mosteiros
  • Norte e Centro
    • Caldeira Velha
    • Salto do Cabrito
    • Lagoa do Fogo e miradouros
    • Lagoa do Congro
    • Lagoa de São Brás
    • Plantações de chá (Gorreana / Porto Formoso)
    • Praia dos Moinhos
    • Miradouro Santa Iria
    • Ribeira Grande
    • Praia de Santa Bárbara
  • Sul, Ponta Delgada e arredores
    • Ponta Delgada (Portas da Cidade, Portas do Mar, Mercado da Graça,…)
    • Ilhéu de Vila Franca do Campo
    • Caloura
    • Praias (Milicias, Pópulo, Amora, Baixa D’Areia…)
    • Plantações de ananás
  • Nordeste e Povoação
    • Salto da Farinha
    • Poço Azul
    • Ribeira dos Caldeirões
    • Miradouros Nordeste (Ponta do Arnel, Vista dos barcos, Ponta do Sossego, Ponta da Madrugada…)
    • Centro Ambiental do Priolo
    • Salto do Prego
    • Miradouro Pico dos Bodes

Restaurantes que recomendamos em São Miguel

Estes são os nossos restaurantes preferidos na ilha de São Miguel. Mais informações no nosso guia completo de São Miguel

  • Botequim Açoriano
  • Chalet da Tia Mercês
  • Tuka Tulá (onde apreciar o pôr-do-sol)
  • Tasquinha Vieira
  • Otaka
  • Alcides
  • Associação Agricola
  • O Galego
Brunch Geotermal no Chalet da Tia Mercês

Onde ficar em São Miguel

Embora não seja a nossa cidade açoriana favorita, Ponta Delgada é o local mais estratégico para explorar a ilha. Não só é ideal para fazer base em termos de alojamento, com a oferta gastronómica que oferece, é perfeita para não ter de pegar no carro e conduzir depois de um bom jantar.Ficámos no Ladeira Loft (a partir de 80 euros/noite), um apartamento de um quarto, muito espaçoso, em pleno centro (muito perto do mercado da Graça) e com vista para o Atlântico.

O terraço do nosso apartamento em Ponta Delgada: Ladeira Loft

A preços mais acessíveis, o Nook Hostel(a partir de 40 euros/noite), no coração do centro histórico, tem apartamentos com 2 quartos, quartos privados e camas em dormitório. Também entre as opções mais baratas está a The Holy Cow (a partir de 50 euros/noite), um hostal com quartos e dormitórios. O Hotel do Colegio (55 euros/noite), um bonito hotel num edifício do século XIX com piscina no centro de Ponta Delgada, foi o hotel onde eu, a minha mãe e a minha irmã ficámos a primeira vez que visitámos a ilha e adorámos.

A outra opção sugerida para fazer base é Ribeira Grande, também bem localizada para explorar a ilha. Por aqui pode desfrutar de uma estadia à beira-mar na capital do surf (com a opção, claro, de ter aulas de surf) no Santa Bárbara Eco-Beach Resort (120 euros/noite). Para uma opção mais económica nesta área, espreite a Vila Mitós (uma villa para duas pessoas por 33 euros/noite) ou a Central House, uma casa que pode desfrutar desde 2 pessoas (a 55 euros/noite) a 6 pessoas (a 75 euros/noite). Encontre mais alojamento na Ribeira Grande aqui.

Mais informação sobre onde ficar em São Miguel no nosso guia da ilha.

Santa Maria

A ilha de Santa Maria é conhecida como o “Algarve” dos Açores. E é que em Santa Maria, ao contrario das outras 8 ilhas açorianas, encontrará longas praias de areia branca e um clima de calor e sol garantido, sobretudo nos meses de Verão. Veja o nosso guia completo da ilha de Santa Maria com sugestões práticas, roteiros de 2 a 5 dias, onde ficar e até a que restaurantes ir. Poderá perceber melhor do que estamos a falar nas nossas stories destacadas no Instagram.

O que visitar e fazer em Santa Maria

Stories destacados no nosso Instagram: Santa Maria

Principais locais a visitar em Santa Maria:

  • Vila do Porto (Forte de São Brás, Casa dos Fosséis, …)
  • Praia Formosa
  • Ribeira de Maloás
  • Ponta do Castelo (miradouros e Farol de Gonçalo Velho)
  • Maia (Cascata do Aveiro e Piscina Maia)
  • Poço da Pedreira
  • Pico Alto
  • Baía de São Lourenço
  • Barreiro da Faneca (Deserto Vermelho)
  • Anjos (piscinas, estátua de Cristóvão Colombo, pôr-do-sol)

Restaurantes que recomendamos em Santa Maria

Restaurantes recomendados em Santa Maria:

  • Bar dos Anjos (onde se pode apreciar o pôr-do-sol com petiscada e cerveja)
  • Ponta Negra
  • O Grota
  • O Pacote
  • Mesa D’Oito
  • A Travessa
  • Central Pub
Bar dos Anjos, o local ideal para terminar o dia

Onde ficar em Santa Maria

Santa Maria não é muito grande mas, na nossa opinião, o ideal seria ficar em Vila do Porto (a sua pequenina capital) por exemplo nas Azorean Stone Houses onde nós ficámos e gostámos muito. Se são duas pessoas e querem um lugar realmente especial, nós ficámos com a Casa da Fajãzinha apontada para a próxima vez, para acordar com a vista de uma das praias mais bonitas da ilha.

Em Vila do Porto ficámos nas Azorean Stone Houses

Encontrar alojamentos em Vila do Porto, Santa Maria ou no nosso Guia Completo da Ilha de Santa Maria

Faial

Enquanto preparamos o guia completo do que ver no Faial, deixamos-lhe os lugares principais da ilha e as stories destacadas no Instagram onde pode ver em directo as nossas aventuras na linda ilha azul.

O que visitar e fazer no Faial

Stories destacados no nosso Instagram: Faial I e Faial II.

Principais locais a visitar no Faial:

  • Horta (Marina, Porto Pim, Monte da Guía, Miradouros, Peter Cafe Sport…)
  • Caldeira (trilho à volta da cratera)
  • Levadas (trilho)
  • Vulcão dos Capelinhos (Centro de Interpretação, Farol, miradouros)
  • Porto Comprido
  • Praia da Fajã (trilho da Rocha da Fajã)
  • Miradouro Ribeira das Cabras
  • Ribeirinha (restos mortais do terramoto: Farol e Igreja)
  • Praia de Almoxarife
  • Miradouro Nossa Senhora da Conceição
  • Poça da Rainha
  • Ponta do Morro
  • Piscinas Varadouro

Restaurantes que recomendamos no Faial

Os nossos restaurantes preferidos no Faial:

  • Atlético (carne e peixe em forno a lenha)
  • Ah Boca Santa! (o melhor hambúrguer da nossa vida)
  • Genuíno
  • Pasquinha
  • Rumar
  • Peters: o mítico bar que é um ponto de encontro entre navegantes de todo o Mundo é ideal para beber um gin tonic no final do dia
  • Porto Pim café, para terminar o dia em frente ao mar
Não se pode ir ao Faial sem beber um gin tonic no Peters!

Onde ficar no Faial

A melhor zona para ficar é Porto Pim, mesmo em frente à praia, ou na capital Horta. Estão a pouca distância uma da outra e existem vários alojamentos (e restaurantes) na área, pelo que só tem de escolher. Nós ficámos no Monte da Guia e adorámos: quartos confortáveis com o mar como banda sonora e vista para o Pico, cozinha e sala de estar comuns e simpatia e profissionalismo garantidos.

Monte da Guia, o nosso alojamento em Porto Pim, Faial

Encontrar alojamento na Horta, Faial

Pico

A ilha do Pico é talvez a mais curiosa das nove ilhas. No nosso guia completo do Pico sugerimos roteiros de 2 a 7 dias, onde ficar e até restaurantes recomendados. Se quiser viver as aventuras em directo, veja os stories do Pico no nosso Instagram.

O que visitar e fazer no Pico

Stories destacados no nosso Instagram: Pico I,Pico II e Pico III.

Principais locais a visitar no Pico

  • Subir ao Piquinho (nós fizemo-lo com guia e recomendamos, com Atipico)
  • Estrada longitudinal (EN3)
  • Madalena (piscina municipal, Cella Bar…)
  • Paisagem da Vinha de Criação Velha (trilho de Madalena, Moinho do Frade)
  • Gruta das Torres
  • Galeria MiratecArts Costa
  • Lajes do Pico (Observação de Baleias)
  • Calheta de Nesquim (piscinas naturais)
  • Ponta da Ilha (Faro, Oleiro)
  • Lagoas
  • Santo Amaro (passeio e restaurante Magma)
  • Prainha (piscinas naturais, Ponta do Misterio)
  • São Roque (piscinas naturais)
  • Lajido e Cachorro

Restaurantes que recomendamos no Pico

Restaurantes recomendados no Pico (mais informações no nosso guia completo do Pico) :

  • Ancoradouro
  • O Petisca
  • Taberna do Canal
  • Cafe 5
  • Cella Bar
  • Magma
  • Georgette
  • Fonte Tavern
  • Aldeia da Fonte

Onde ficar no Pico

A nossa zona preferida é entre vinhas, no Lajido, onde ficámos no Baco’s ou ao lado de um dos mais belos trilhos da ilha e do moinho fotogénico: Vinhas do Calhau, onde nos demos um capricho e desfrutámos de 4 noites incríveis. Se ficar em Madalena ou perto de Madalena, estará também num ponto estratégico, embora não tão bonito.

Descubra mais sobre os melhores locais para ficar no Pico no nosso guia completo da ilha.

A nossa casinha de pera volcânica na Ilha do Pico (piscina incluída): Baco’s.
O capricho onde fomos passar 4 noites no meu aniversário: Vinhas do Calhau

Encontrar alojamento em Lajido ou Madalena no Pico

São Jorge

São Jorge é uma ilha que reúne uma beleza natural, imponente na sua silhueta estreita, alongada, montanhosa, semelhante à de um dragão. Esconde alguns dos mais belos trilhos do arquipélago, piscinas naturais incríveis e é altamente viciante para os amantes de queijo. E no entanto, o melhor de São Jorge é impossível de transmitir em imagens ou palavras. No nosso guia completo de São Jorge encontrará sugestões práticas, roteiros de 2 a 5 dias, onde ficar e até a que restaurantes ir para que a sua viagem pela ilha açoriana das melhores praias seja tão incrível como foi a nossa. Também pode ver os nossos stories destacados no Instagram e desfrutar em directo a nossa passagem pela ilha das “fajãs”.

O que visitar e fazer em São Jorge

Stories destacados no nosso Instagram: São Jorge I e São Jorge II.

Principais locais a visitar em São Jorge:

  • Fajã do Ouvidor (Poça Simão Dias, piscina natural, Miradouro)
  • Fajã da Ribeira da Areia (Arco natural)
  • Fajã dos Cubres
  • Fajã da Caldeira de Santo Cristo (trilho da Serra do Topo)
  • Pico da Esperança
  • Urzelina (piscina natural, moinhos, artesanato)
  • Fajã das Almas (piscina natural, miradouros)
  • Fajã Grande (piscinas naturais)
  • Fajã dos Vimes (plantação de café, miradouros)
  • Fajã de São João
  • Topo (piscina natural, ilheu do Topo, Faro)
  • Velas (piscinas naturais, jardim municipal)
  • Parque Florestal Sete Fontes
  • Ponta dos Rosais (Farol, Vigia da Baleia)

Restaurantes que recomendamos em São Jorge

Restaurantes recomendados em São Jorge:

  • Fornos de Lava
  • Calhetense (ideal para ver o pôr-do-sol)
  • Amílcar
Calhetense: o nosso lugar de eleição para terminar o dia com vista para o Pico

Onde ficar em São Jorge

Se quiser dormir alguma noite(s) na incrível e especial Caldeira de Santo Cristo onde não chegam os carros, reserve com antecedência na Casa da Caldeira, Casa da Fajã ou Casa da Lagoa. Para explorar a ilha, recomendamos ficar na Fajã do Ouvidor onde ficámos nós ou perto de Velas, a capital da ilha. Para algo diferente, a Intact Farm, 10 bungalows entre o mar e as montanhas onde pode recarregar as suas baterias.

Ficar no coração da Caldeira de Santo Cristo na Casa da Caldeira. Foto de Booking
Vistas do nosso terraço na Pérola de Lava, Fajã do Ouvidor

Encontrar alojamento na Fajã do Ouvidor ou perto de Velas, em São Jorge. Mais no nosso guia completo de São Jorge.

Graciosa

Enquanto preparamos o guia completo do que ver na Graciosa, deixamos-lhe os lugares principais da ilha e os nossosStories destacados no Instagram, onde pode ver em directo a nossa visita à ilha branca.

O que visitar e fazer na Graciosa

Stories destacados no nosso Instagram: Graciosa

Principais locais a visitar na Graciosa:

  • Furna do Enxofre
  • Caldeira (Furna do Abel, Furna da Maria Encantada, Miradouros…)
  • Termas do Carapacho (piscina natural)
  • Caldeirinha
  • Associação de Criadores do Burro Anão (Associação de Criadores de Burros)
  • Porto Afonso
  • Poceirões (piscina natural)
  • Ponta da Barca (ilheu da baleia)
  • Barro Vermelho (praia e piscinas naturais)
  • Santa Cruz (Museu da Graciosa, Ermida da Nossa Senhora da Ajuda)
  • Praia (Praia de São Mateus, Molinos, Miradouro do Ilheu)

Restaurantes que recomendamos na Graciosa

Restaurantes recomendados na Graciosa:

  • Costa do Sol
  • Estrela do Mar
  • Grafil (para o pequeno-almoço ou para uma bebida no final do dia)

Onde ficar na Graciosa

A não ser que passe a noite num dos característicos moinhos da Graciosa (uma experiência que deve ser incrível) como a Boina do Vento ou Moinho Mó da Praia, o melhor é ficar em Santa Cruz de Graciosa. Nós ficámos no Boa Nova Hostal, um conceito moderno de hostal que não nos surpreenderíamos de encontrar numa cidade cosmopolita mas que foi uma agradável surpresa na pequena ilha branca açoriana.

Encontrar alojamento em Santa Cruz, Graciosa

Terceira

Uma capital que é património da Unesco (Angra do Heroísmo), uma manta de retalhos tecida no interior da maior cratera dos Açores (Serra do Cume), um vulcão único no Mundo onde podemos entrar e olhar para o céu desde dentro (Algar do Carvão) e muito mais.Estes três pontos por si só valem uma visita à terceira maior ilha do arquipélago, mas a Terceira oferece muito mais a quem a visita. Mergulhos em águas transparentes entre labirintos de lava, trilhos biodiversos entre caldeiras fumegantes, as maiores áreas de vegetação endémica de todo o arquipélago e une todos estes planos com uma gastronomia deliciosa, bom vinho e festas, muitas festas.

No nosso guia completo da Terceira contamos-lhe tudo o que a Terceira tem para oferecer com sugestões práticas, roteiros de 2 a 7 dias, onde ficar e até onde restaurantes que não pode perder para tornar a sua viagem tão incrível como foi a nossa:

Aqui deixamos um resumo dos lugares principais da ilha e osStories destacados no nosso Instagram, onde pode ver em directo os dias que passámos na ilha:

O que visitar e fazer na Terceira

Stories destacados no nosso Instagram: Terceira I e Terceira II.

Principais locais a visitar na Terceira (divididos em duas zonas):

  • Sul e interior da Terceira:
    • Angra do Heroísmo (centro histórico, Marina, Monte Brasil, …)
    • São Mateus
    • Miradouro da Serra do Cume
    • Algar do Carvão
    • Furnas do Enxofre
    • Gruta do Natal
    • Trilho dos Mistérios Negros
    • Miradouro da Serra de Santa Bárbara
    • Porto Judeu (Miradouro da Cruz do Canário, piscina natural)
    • Gruta das Agulhas
    • Ponta das Contendas
  • Norte, Este e Oeste da Terceira:
    • Mata da Serreta (Miradouros e Faro)
    • Altares
    • Biscoitos (piscinas naturais, vinhedos, valas)
    • Alagoa
    • Piscinas naturais Escaleiras
    • Miradouro Humberto Delgado e Base das Lajes
    • Praia da Vitória
    • Porto Martins

Restaurantes que recomendamos na Terceira

Restaurantes recomendados na Terceira. Mais informações no nosso guia completo da Terceira:

  • Caneta (para provar a alcatra de carne)
  • Ti Choa (menú degustação de pratos típicos por menos de 12€)
  • O Pescador (excelente restaurante de peixe)
  • Boca Negra (para provar a alcatra de peixe)
  • Garoupinha Wine Bar (petiscos)
  • Taberna do Teatro (pestiscos)
  • Tasca das Tias (petiscos)
  • Beira Mar (excelente restaurante de peixe)
Sopa de peixe num dos nossos restaurantes favoritos, o Beira Mar.

Onde ficar na Terceira

Se a capital da ilha, Angra do Heroísmo, é Património Mundial da Unesco por algo será. Fique entre as ruas coloridas do centro de Angra no My Angra Boutique Hostel. Se preferir turismo rural, reserve com antecedência na Quinta do Martelo e se quiser ficar mais perto das incríveis piscinas naturais de Biscoitos, o Caparica Azores Eco Lodge eleva o conceito de casas na árvore a outro nível.

A piscina da casa onde estivemos 3 noites: Casa da Serretinha
O My Angra Boutique Hostel, no centro da capital Património Mundial da Unesco

Encontrar mais alojamentos em Angra do Heroísmo, Terceira

Mais informação sobre onde ficar na Terceira no nosso guia da ilha.

Flores

Os dias na ilha das Flores são de surpresa constante. Começa no momento em que se entra no carro e se sente o desejo de querer parar a cada minuto, para desfrutar das estradas verdes e floridas (sim, Flores faz justiça ao seu nome), até ao momento em que se entra numa parte desse verde, e se espera que um tiranossauro rex apareça em qualquer lado. Se lhe dissermos que Flores é o Parque Jurássico Português não estaríamos a ser de todo justos porque a ilha das Flores é isso e muito mais. Esconde piscinas naturais de águas turquesas, imponentes cascatas, lagoas coloridas rodeadas por mil tons de verde e atardeceres incríveis, com um gin açoriano na mão, a despedir o sol no mar. Por todas estas razões, tornou-se a nossa ilha açoriana favorita. Natureza em estado puro, um mar cristalino, excelente gastronomia e pessoas maravilhosas.

No nosso Guia completo da Ilha das Flores tentamos refletir tudo o que as Flores têm para oferecer com dicas práticas, roteiros de 2 a 7 dias, onde ficar e até a que restaurantes ir para que a sua viagem por este “Parque Jurássico Português” seja tão incrível como foi a nossa.

O que visitar e fazer nas Flores

Stories destacados no nosso Instagram: Flores I e Flores II.

Principais locais a visitar em Flores:

  • Piscinas naturais da Fajã Grande
  • Poço do Bacalhau
  • Poço da Ribeira do Ferreiro
  • As 7 lagoas florentinas
  • Rocha dos Bordões
  • Fajã de Lopo Vaz
  • Lajes das Flores
  • Santa Cruz das Flores e as suas piscinas naturais
  • Ponta Delgada (nada a ver com a micaelense)

Restaurantes que recomendamos nas Flores

Estes são os nossos restaurantes preferidos na ilha das Flores:

  • Maresia (mais do que um restaurante, uma experiência. Recomendamos um gin açoriano Rocha Negra enquanto a comida do Jorge não chega ou o sol se despede no mar).
  • Papadiamandis (bom peixe grelhado)
  • Aldeia da Cuada (alojamento top e restaurante top)
  • Casa do Rei (da horta para o prato, com muito carinho)
  • Pôr do Sol (petiscos típicos mas especialmente ideal para um copo de vinho ao pôr-do-sol)

Mais informações sobre Restaurantes na ilha das Flores no nosso guia da ilha.

Um vinho ao pôr do sol no terraço do “Pôr do Sol”, Ilha das Flores

Onde ficar nas Flores

A melhor zona para ficar na ilha é na Fajã Grande ou perto, pois, além de ser a zona mais bonita (na nossa opinião), é onde encontrará alguns dos melhores restaurantes e alojamentos. A Aldeia da Cuada ( desde 75 euros/noite) é uma antiga aldeia abandonada convertida num complexo rural de várias casas de pedra. Como tendem a “voar” rapidamente, se não chegar a tempo de reservar nenhuma existem outras opções como o Palheiro da Assomada (55 euros/noite) ou a Casa Via d’Água (a partir de 80 euros/noite). Encontrar mais alojamentos em Fajã Grande, Flores

Uma das cabanas na Aldeia da Cuada

Se, como nós, não conseguir encontrar alojamento na Fajã Grande devido à falta de disponibilidade, lembre-se que tudo nas Flores fica a cerca de meia hora de carro, por isso não é grave. Nós finalmente ficámos na capital da ilha, Santa Cruz, muito perto das fantásticas piscinas naturais e da Poça das Salemas, e adorámos. Por aqui recomendamos a Casa da Cruz (62 euros/noite), as Casas da Quinta (a partir de 75 euros/noite) ou a Casa Vicente (a partir de 120 euros/noite).

Finalmente, as Lajes das Flores são outro óptimo local para ficar, com excelentes restaurantes nas proximidades. A Casa das Pedras Brancas (a partir de 62 euros/noite), a Vivenda Joaquim (a partir de 70 euros/noite) e a Casa das Flores (a partir de 110 euros/noite) oferecem todos terraços com vista para o mar. O ponto que parece ser o mais afastado para ficar e onde não recomendaríamos reservar alojamento para explorar a ilha das Flores é Ponta Delgada.

Saiba mais sobre onde ficar na ilha das Flores no nosso guia.

Corvo

Enquanto preparamos o guia do que ver no Corvo, deixamos-lhe os lugares principais da ilha mais pequena do arquipélago mas também das nossas preferidas. Nos nossosStories destacados no nosso Instagram pode ver em direto os dias que passámos na ilha açoriana mais remota com apenas 400 habitantes.

O que visitar e fazer no Corvo

Stories destacados do Corvo no nosso Instagram: Corvo

Lugares a visitar no Corvo:

  • Caldeirão (vistas do miradouro e do trilho dentro da cratera)
  • Trilho “Cara do Indio
  • Vila do Porto:
    • Ecomuseu
    • Praia da Areia
    • Artesanato do Corvo
    • Moinhos do Corvo

Restaurantes que recomendamos no Corvo

Restaurantes onde comer no Corvo:

  • Caldeirão
  • BBC (Bar dos Bombeiros do Corvo)
  • Traineira
A pôr a escrita em dia, no BBC, Vila do Corvo.

Onde ficar no Corvo

O único hotel na ilha do Corvo é o Comodoro Guest House, onde ficámos e adorámos. Também tem também a opção de alojamento local, Joe & Vera’s Place.

Comodoro

Óscares RandomAzores: os nossos lugares preferidos nos Açores

Após os 2 meses de viagem pelas 9 ilhas açorianas, tentámos escolher os lugares mais incríveis, os que mais nos surpreenderam ou os que mais desfrutámos. Dividimo-los em várias categorias, e embora a selecção seja completamente subjectiva, acreditamos que pode ser uma ajuda para organizar a sua viagem e a decidir que ilhas visitar com base nos seus gostos e preferências:

Os melhores lugares para dar um bons mergulhos nos Açores

  1. Poça Simão Dias (São Jorge)
  2. Piscina natural Fajã Grande (Flores)
  3. Poceirões (Graciosa)

Os melhores trilhos nos Açores

  1. PR01 SJO – Caldeira de Santo Cristo (São Jorge)
  2. Ascensão a Piquinho (Pico)
  3. PRC04 FLO – Fajã de Lopo Vaz (Flores)

Os melhores restaurantes onde deliciar-se nos Açores

  1. Ah Boca Santa! (Faial)
  2. Botequim Açoriano (São Miguel)
  3. Beira Mar (Terceira)

As melhores paisagens dos Açores

  1. Caldeirão (Corvo)
  2. Poço Ribeira do Ferreiro (Flores)
  3. Vulcão dos Capelinhos (Faial)

Ilhas dos Açores com o povo mais simpático

  1. Corvo
  2. Faial
  3. Empate entre as outras 7 ilhas. A sério, impossível escolher, o povo açoriano é incrível.
Pôr-do-sol com amigos no Faial

Os melhores museus / centros de interpretação dos Açores

  1. Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos (Faial)
  2. Gruta das Torres (Pico)
  3. Arquipélago (São Miguel)

As lagoas mais bonitas dos Açores

  1. Lagoa do Fogo (São Miguel)
  2. Lagoa das Sete Cidades (São Miguel)
  3. Lagoa Funda (Flores)
A Lagoa do Congro (São Miguel) não entrou neste Top 3 por pouco… São Miguel é, sem dúvida, a ilha que esconde as lagoas mais bonitas

As estradas mais bonitas dos Açores

  1. Estrada para Fajã Grande (Flores)
  2. Estrada Longitudinal (Pico)
  3. Estrada para Fajã dos Cubres (São Jorge)
Nas Flores até as estradas são surpreendentes…

Os melhores lugares para desfrutar do atardecer e despedir o sol no mar, nos Açores

  1. Maresia (Flores)
  2. Calhetense (São Jorge)
  3. Tuka Tulá (São Miguel)

Os melhores miradouros dos Açores

  1. Miradouro do Portal (Flores)
  2. Miradouro Baia de São Lourenço (Santa Maria)
  3. Miradouro da Serra do Cume (Terceira)

As cascatas mais bonitas dos Açores

  1. Poço do Bacalhau (Flores)
  2. Salto do Prego (São Miguel)
  3. Cascata do Aveiro (Santa Maria)

Os melhores alojamentos onde ficar nos Açores

  1. Casa da Serretinha (Terceira)
  2. Perola de Lava (São Jorge)
  3. Vinhas do Calhau (Pico)

As melhores experiências dos Açores

  1. Ascensão nocturna a Piquinho (Pico) – Com Atipico
  2. Mergulho com mantas (Santa Maria) – Com Mantamaria
  3. Observação de baleias e golfinhos (Pico) – Com Espaço Talassa
Um dos mais belos postais de Santa Maria: a baía de São Lourenço.

Os vulcões mais bonitos dos Açores

  1. Caldeirão (Corvo)
  2. Caldeira (Faial)
  3. Algar do Carvão (Terceira)

Top 3 ilhas dos Açores

  1. Flores
  2. São Jorge
  3. Empate entre o Corvo e Santa Maria
Flores, a vencedora dos nossos Óscares RandomAzores

Roteiros de viagem pelos Açores

Este foi o nosso roteiro de 2 meses de viagem pelos Açores, onde visitámos as 9 ilhas. Em breve actualizaremos este guia para incluir roteiros específicos para 4-5 dias, para 7 dias (uma semana) e para 15 dias (duas semanas).

A nossa viagem de 2 meses pelas 9 ilhas açorianas

  • Dias 1 a 5: Faial
  • Dias 6 a 17: Pico
  • Dias 18 a 23: São Jorge
  • Dias 24 a 26: Graciosa
  • Dias 27 a 36: Terceira
  • Dias 37 a 42: Flores
  • Dias 43 a 44: Corvo
  • Dias 45 a 57: São Miguel
  • Dias 57 a 60: Santa Maria
Uma das muitas vezes em que tivemos de parar o carro para apreciar a vista, São Miguel.

Como viajar entre as ilhas açorianas

Para se deslocar entre ilhas, há duas opções: barco e avião, embora nem todas as ilhas estejam ligadas e as frequências sejam limitadas.

Voos inter-ilhas com a SATA

Todas as 9 ilhas do arquipélago dos Açores têm aeroporto, assegurando ligações aéreas entre elas. A frequência dos voos é maior no Verão, e algumas ilhas requerem uma escala (geralmente em São Miguel, Terceira ou Faial).

Lagoa do Canário, São Miguel

Voos inter-ilhas gratuitos (encaminhamentos inter-ilhas de SATA)

IMPORTANTE! A partir de Novembro de 2021, os voos gratuitos de “encaminhamento” serão apenas para residentes, estudantes e alguns outros casos específicos, pelo que já não são gratuitos para turistas. Condições actualizadas no site oficial da SATA.

Se voar de Portugal (seja de Portugal Continental ou da Madeira) para qualquer uma das ilhas dos Açores, pode obter voos de ligação gratuitos da ilha em que entra (ou sai) para qualquer uma das outras ilhas, desde que não haja mais de 24 horas de diferença entre o voo em que entra (ou sai) e o voo de ligação.

Por exemplo, se quiser visitar as Flores, pode comprar um voo para Ponta Delgada (São Miguel) (por exemplo de Lisboa) e obter voos de regresso entre Ponta Delgada e Flores se escolher qualquer voo no prazo de 24h após a sua chegada (e 24h antes do seu regresso) para/de Ponta Delgada. Se o fizer, terá apenas algumas horas em São Miguel. Se quiser combinar São Miguel e Flores na sua viagem, o ideal é escolher um dos voos entre Ponta Delgada e Flores nesse intervalo de 24h à chegada/antes do seu regresso e depois pagar apenas um dos voos.

Como solicitar o voo gratuito “encaminhamento” SATA? Há duas maneiras:

  • Por telefone, ligando para +351 296 20 97 20 (disponível em português ou inglês). Esta é a opção mais rápida e a que recomendamos.
  • Por Internet, neste website: https://encaminhamentos.sata.pt/. Aí pode preencher o formulário com as informações solicitadas e solicitar o voo desejado.

Dicas baseadas na nossa experiência:

  • Verifique a disponibilidade de voos inter-ilhas da SATA antes de comprar o seu voo para os Açores: se não houver um voo de “encaminhamento” disponível nessas janelas 24h, não poderá desfrutar do voo gratuito.
  • Planeie os seus voos com antecedência, especialmente se estiver de visita aos Açores no Verão.
  • Se for fluente em português ou inglês, faça-o por telefone, é mais rápido e eles enviam-lhe a sua reserva no local.
Chegada à ilha do Pico de barco do Faial

Barcos entre ilhas com Atlânticoline

A outra opção para viagens inter-ilhas é por barco. Todos os barcos existentes são geridos pela empresa Atlânticoline e pode comprar bilhetes com antecedência online no seu website: https://www.atlanticoline.pt/

As ligações de barco são limitadas e desde o início da pandemia algumas delas foram canceladas, pelo que para algumas ilhas estará dependente das viagens aéreas. Actualmente (2021), as ligações de barcos existentes são:

  • Ilhas do triângulo (Faial, Pico e São Jorge): ligações durante todo o ano, com mais frequências durante o Verão.
  • Grupo Central: as outras duas ilhas do grupo central (Terceira e Graciosa) estão ligadas uma à outra e ao triângulo apenas durante o Verão:
    • A linha roxa liga a Terceira ao triângulo, de 15/06 a 15/09, dois dias por semana (terças e sábados).
    • A linha branca liga Terceira e Graciosa com o triângulo, de 11/06 a 04/10, dois dias por semana (segunda e sexta-feira).

Atenção: As frequências e horários estão sujeitos a alterações, pode verificar e confirmar os horários aqui: https://www.atlanticoline.pt/horario-2/

Chegar à Graciosa de barco é como mergulhar naquelas águas azuis, até os golfinhos nos cumprimentaram!

Em caso de qualquer acontecimento imprevisto e se tiver despesas que envolvam uma quarentena (hotel, refeições, etc.) como resultado do Covid-19, recomendamos-lhe que viaje com o seguro Iati que o cobre. Em esta ligação tem um desconto de 5% quando se faz o seguro.

Transporte: alugar um carro nos Açores

A melhor maneira de explorar as ilhas é alugar um carro. Fizemo-lo com a Autatlantis e adorámos: carros em bom estado, a melhor política de franquia que encontrámos nas ilhas, nenhuma informação opaca nem desconfianças no final, tudo transparente e tudo óptimo durante os 2 meses em que viajámos pelas 9 ilhas. Reserve aqui o seu carro com a Autatlantis.

Os preços de aluguer de automóveis nos Açores rondam os 25 euros por dia. É muito importante reservar com a maior antecedência possível dado que os preços sobem à medida que a data se aproxima e a procura aumenta, especialmente durante o Verão (por exemplo, no Verão de 2021, devido à procura, tornou-se muito difícil encontrar um carro com menos de um mês de antecedência e os preços subiram para 100 euros por dia).

A nível de combustível, nos Açores é um pouco mais barato do que em Portugal Continental. Durante a nossa viagem (Maio a Julho de 2021), o preço da gasolina foi de 1,50 euros/litro.

O nosso automóvel Autatlantis na estrada longitudinal, uma das mais belas estradas para conduzir na ilha do Pico.

Apps úteis para viajar pelos Açores

Recomendamos algumas apps que serão úteis para a sua viagem aos Açores:

  • SpotAzores: (Android / iOS / Web): aqui pode ver todas as webcams existentes em diferentes partes das ilhas para ver como está o tempo. Como o tempo é muito variável e pode estar a chover numa parte da ilha e ensolarado noutra, esta app é a forma mais rápida de garantir e evitar viagens desnecessárias.
  • Windy (Android / iOS / Web): app essencial para as nossas viagens, ainda mais nos Açores. Permite-lhe ver previsões de chuva, nuvens, vento, etc. para o ajudar a planear os seus dias com base no tempo (pois há lugares que perdem muito, dependendo do tempo). Obviamente, as previsões não são 100% fiáveis. Também mostra as webcams disponíveis
  • Google Maps (Android / iOS): é a que utilizamos para guardar / classificar todos os lugares onde queremos ir / já fomos e como GPS nos carros alugados. Pode ver as opiniões de outras pessoas sobre os locais, fotografias, menus de restaurantes, números de telefone dos locais para os contactar, etc.
  • Maps.me (Android / iOS): app semelhante ao Google Maps mas que funciona offline (embora o Google Maps também possa funcionar offline) e que em muitos casos tem informações que o Google Maps não tem, especialmente para trilhos. Útil sempre que vai fazer um percurso, para se orientar, descarregar o percurso a partir do site oficial dos trilhos dos Açores (clique em Downloads->GPS), etc.
Tchin Tchin! Miradouro da Serra do Cume (Terceira) ao pôr-do-sol

Obrigada Açores. Deste-nos mais aventura, mais beleza e mais sorrisos do que poderíamos ter imaginado para este 2021. Fizeste-nos muito felizes. E como gostamos de voltar aos lugares onde somos felizes, já sabes o que vai acontecer…

Aviso: A Autatlantis ajudou-nos a explorar seis das nove ilhas açorianas com um dos seus veículos, mas todas as opiniões e informações expressas neste post são nossas.

Gostou do nosso guia? Pode poupar e apoiar o nosso trabalho!

Se o nosso guia foi uma boa ajuda para a sua viagem, pode apoiar este projeto e poupar nas suas reservas usando os seguintes links:

  • 5% de desconto no seu seguro de viagens com a IATI (inclui cobertura Covid-19)
  • Até 15% de desconto na Booking.com
  • Alugue um carro ao melhor preço com DiscoverCars
  • Reserve os seus tours com antecedência e não fique sem lugar com a Civitatis
  • Encontre voos baratos no Skyscanner e na Kiwi
  • Não fique sem internet na sua viagem com os cartões SIM da Holafly até 5% de desconto
  • Peça um cartão Revolut, para levantar dinheiro sem comissões em todo o Mundo

Disclaimer: Este guia contém links de afiliados o que significa que ao usá-los, recebemos uma pequena comissão no Randomtrip. A si não lhe custa nada e, por vezes, até lhe sairá mais barato pelos descontos que conseguimos e a nós ajuda-nos e motiva-nos a continuar a criar guias tão completos quanto este.

5/5 - (7 votes)

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *