Fuerteventura é a ilha que esconde as melhores praias de todo o arquipélago das ilhas Canárias. Mas… Onde estão as melhores praias da ilha com as melhores praias? Este é o nosso Top-10 de Fuerteventura que inclui cinco praias que estão no norte da ilha e cinco no sul.

Neste post dizemos-lhe quais são as melhores praias de Fuerteventura, onde estão, como chegar a cada uma delas, onde ficar para as desfrutar e até algumas recomendações perto de cada uma (as chamadas RandomTips) para preencher o seu dia com algo mais do que mergulhos. Se quiser saber muito mais sobre a ilha e todas as suas praias, convidamo-lo a ler o nosso guia completo de Fuerteventura.

Fuerteventura, um paraíso. Todas as fotografias são do Randomtrip

Informação básica para conhecer as praias de Fuerteventura

Moeda: Euro

Idioma: espanhol

População: 122,000 (em 2019)

Orçamento diário: A partir de 65 euros/dia por pessoa (aprox.) para uma viagem de uma semana. Fizemos uma estimativa de quanto pode sair uma viagem a Fuerteventura (incluindo voos, alojamento, transporte e comidas) aqui.

Clima: É uma ilha com sol e temperaturas estáveis durante todo o ano (entre 15º à noite e 25º durante o dia) e por esta razão é conhecida como a ilha da eterna Primavera. Varia um pouco, mas não muito, nos meses de Verão e Inverno, mas os melhores meses para visitar são Setembro e Outubro porque nesses meses há normalmente menos vento, menos neblina e melhores temperaturas. Saiba mais sobre quando ir aqui.

Alojamento: Se vem à ilha durante mais de um fim-de-semana longo e tem vários dias disponíveis, recomendamos que divida a sua estadia entre o norte e o sul para evitar conduzir demasiados quilómetros (por exemplo, entre Corralejo e Cofete há 140 km. No norte é melhor ficar perto de Corralejo ou Cotillo. No sul, perto de Gran Tarajal ou Morro Jable. Outra opção, se preferir ficar apenas num lugar, é escolher algo no centro da ilha, para estar a uma distância razoável tanto do norte como do sul; para isso recomendamos ficar em Caleta de Fuste. Mais informações sobre onde ficar aqui.

Duração: Recomendamos que visite a ilha por um mínimo de 3 dias, embora o ideal para Fuerteventura seja uma semana e se quiser passar mais tempo para estar mais descontraído e desfrutar das praias, não se arrependerá. Por esta razão, propomos diferentes tipos de roteiros.

Voos: Há voos diretos para Fuerteventura para Lisboa com a Tap. Recomendamos que utilize comparadores de voo como o Skyscanner e o Kiwi e que seja flexível com as suas datas para conseguir o melhor preço. Também pode chegar às Ilhas Canárias (Tenerife ou Gran Canaria) de barco, desde Huelva (uma opção ideal se viajar com um animal de estimação, com o seu carro ou com caravana), e depois ir para qualquer outra ilha, como Fuerteventura, também de barco.

Transporte: A melhor opção é alugar um carro. Mais informações aqui. Existem linhas de autocarro que ligam os diferentes pontos da ilha mas os horários são muito limitados e não é uma opção que possamos recomendar se quiser aproveitar ao máximo o seu tempo em Fuerteventura.

Fuso horário: UTC +1. A hora em Fuerteventura e nas Ilhas Canárias é a mesma hora de Portugal Continental.

Las playas al sur del Cotillo entraron para nuestras favoritas
As praias a sul de Cotillo transformaram-se nas nossas favoritas. Foto de Randomtrip

As melhores praias de Fuerteventura

Antes de revelar as melhores praias de Fuerteventura, gostaria de lhe dizer que Fuerteventura é a segunda maior ilha do arquipélago das Canárias espanholas (a primeira é Tenerife) mas é a quarta mais povoada, o que significa que existe uma baixa densidade populacional em comparação com a sua vizinha Gran Canaria e que a probabilidade de desfrutar de uma praia quase vazia é muito alta, mesmo no pico do Verão. A ilha de Fuerteventura é também a mais antiga geologicamente, a mais erodida e, se há uma coisa que a caracteriza para além das suas incríveis praias, é sem dúvida o vento.

Estes ventos fazem de Fuerteventura um paraíso para desportos como o surf, o windsurf e o kitesurf. A melhor altura para praticar windsurf e kitesurf é de Maio a Agosto, porque estes são os meses com mais vento na ilha. Para os surfistas, os principiantes apreciarão as ondas no Verão (água a 24º Celsius e as ondas são mais suaves) e os profissionais no final do ano (de Outubro a Dezembro) onde a água é cerca de 20º Celsius (bastante boa) mas as ondas são mais fortes.

Reserve aqui o seu curso de surf em Corralejo para 1, 2, 3, 4 ou 5 dias (você escolhe!). Se preferir, pode aprender windsurf na Costa Calma, reserve aqui o seu curso de 1, 2 ou 3 dias.

Note-se que as praias incluídas neste post são as nossas praias favoritas em Fuerteventura, mas há muitas mais. Pode encontrar toda a informação sobre as outras praias da ilha no nosso guia completo de Fuerteventura.

Las playas de Corralejo: un paraíso surfero
As praias de Corralejo: um paraíso dos surfistas. Foto de Randomtrip

Mapa com as melhores praias de Fuerteventura

Também incluímos um mapa Google que pode levar consigo no seu smartphone com todas as praias mencionadas neste post, para consultar em qualquer altura: inclui as praias, parques de estacionamento e locais para ver o pôr-do-sol (abra-o no seu smartphone com este link).

Praia de Puertito, Praia de La Concha e Ilha de Lobos

Playa de Puertito, Isla de Lobos
Praia de Puertito, Isla de Lobos. Foto de Randomtrip

Apenas a 15 minutos de barco, de Corralejo, chegamos a este ilhéu de águas turquesa: Isla de Lobos. São 4,5 quilómetros quadrados de paz e paraíso, onde vale a pena passar meio dia para conhecer o ilhéu onde os leões marinhos que lhe dão o nome, viveram, há muitos anos atrás. Além da impressionante praia de Puertito, também se pode nadar na Playa de la Concha do ilhéu, ambas com mar turquesa calmo, e esta última, mais abrigada do vento.

Como lá chegar: Para chegar a este pequeno e idílico pedaço de terra tem de se reservar com antecedência, pois há uma quota máxima diária para ir de manhã ou à tarde (foi-nos dito que é melhor ir à tarde e recomendamos, como sempre, que se verifique previamente o tempo e os ventos). Além disso, se quiser ir sozinho, terá de pedir a autorização obrigatória para visitar a ilha e não pode pedir com mais de 3 dias de antecedência. A forma mais fácil é contratar online e eles organizarão tudo para si, como nós fizemos (23 euros no Civitatis), pode escolher uma excursão diária (que inclui uma paragem para snorkelling – com equipamento incluído – e uma cerveja) ou apenas o ferry (16,50 euros em Civitatis), e a gestão da autorização está incluída no preço. Também tem a opção de fazer um passeio de catamarã para explorar os arredores da ilha de Lobos (com lanche, bar aberto e caiaques incluídos) ou ir de táxi aquático, mas a gestão da licença não está incluída. Mais pormenores sobre o passeio e a ilha neste link.

Onde ficar: Idealmente, quando visitar o ilhéu de Lobos deverá estar instalado em Corralejo, uma vez que o barco partirá do porto de Corralejo. Pode ficar num apartamento com vista para o próprio islote de Lobos, na Tao Caleta Playa, ou dar-se um capricho numa villa com piscina privada nas Villas Veaco Bahia Azul. Descubra mais alojamentos em Corralejo aqui ou na secção”Onde ficar em Corralejo” do nosso guia de Fuerteventura.

RandomTip: Desfrute de uma incrível vista panorâmica de Fuerteventura, Lanzarote e do próprio islote de Lobos desde o topo da caldeira vulcânica do ilhéu de Lobos. Pode-se chegar à caldeira do ilhéu de Lobos (127 m de altitude) e ao farol de Martiño (a cerca de 5 km de Puertito, a cerca de 3 km do cais) em cerca de 3 horas e meia com paragens (são cerca de 12 km para percorrer a ilha pelo caminho circular). O trilho é simples e marcado sem demasiados declives (exceto se for até à Caldeira) mas tenha cuidado! Conte com 15 minutos a mais para não perder o último barco no caminho de regresso.

Marque aqui a visita a Isla de Lobos (com snorkelling incluído) ou apenas o ferry (com gestão de licenças) aqui.

Playa de la Concha, islote de Lobos. Foto de Randomtrip
Praia La Concha, ilhéu de Lobos. Foto de Randomtrip

Praia Cofete

Playa de Cofete
Praia de Cofete. Foto de Randomtrip

Antes de descer a esta impressionante praia de 12 km de comprimento, o miradouro de Degollada Agua Oveja dar-lhe-á uma vista panorâmica incrível do que está prestes a viver. Depois, pode desfrutar de uma boa sesta ou de uma boa leitura em solidão (o complicado é ter alguém ao seu lado) ou, se preferir, pode caminhar até ao fim da praia e voltar. Quando estiver a desfrutar da impressionante praia de Cofete protegida pelo maciço de Jandía, uma das montanhas mais altas de Fuerteventura, terá vontade de dar um mergulho mas não é recomendado devido às correntes que são bastante fortes, por isso tenha muito cuidado. Entre o miradouro de Degollada Agua Oveja e Cofete, há um desvio para outra praia, também muito impressionante, bela e selvagem, e muito pouco visitada: é conhecida pelo nome de uma enorme pedra que o espera na praia, a Roque del Moro, e também na maré baixa forma algumas piscinas naturais desejáveis. Chegar lá não é fácil se não se tiver um 4×4. Tentámos chegar num carro normal e quase ficámos encalhados devido ao mau estado da estrada. Em qualquer caso, se quiser experimentar, deixamos-lhe o ponto exacto do desvio no mapa). Também se pode fazer o desvio, estacionar o carro e andar 2-3 quilómetros a pé.

Como lá chegar: Chegar à praia de Cofete não é fácil, de Morro Jable são 19 km de estrada não pavimentada pelo que é preciso ter muito cuidado (os últimos km, fizemos a menos de 20 km/h com o carro que alugámos) mas vale totalmente a pena porque são das paisagens mais bonitas que vimos na ilha. Se não se atrever a fazê-lo com o seu carro alugado, uma vez que o seguro normalmente não cobre quaisquer danos fora das estradas asfaltadas, pode fazer um tour em 4X4.

Onde ficar perto desta praia: Se o seu objetivo é estar perto de Cofete (não se esqueça que, por exemplo, entre Corralejo e Cofete são 140 km) a nossa recomendação seria Morro Jable. Pode ficar num apartamento com terraço e vista para o mar como o Balcón de Jandía ou Apartamentos Chada; ou também pode ver outros alojamentos que escolhemos aqui (dos mais baratos aos mais caprichosos) ou pode encontrar mais aqui directamente no site da Booking.

RandomTip: Chegando à praia de Cofete, verá, ao fundo, em contraste com as montanhas do maciço escuro de Jandía, um edifício branco: Villa Winter. Diz a lenda que esta casa se destinava a fornecer submarinos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, para albergar reuniões secretas do regime nazi e até serviu de refúgio para alguns dos oficiais depois de terem perdido a guerra ( diz-se inclusive que o objetivo final da villa era que o próprio Adolf Hitler se retirasse e se escondesse ali!). Nada disto está confirmado mas o que podemos confirmar é que é possível visitar Villa Winter (nós visitámos!) e é, no mínimo, curioso. Não queremos fazer demasiados spoilers, mas se gosta de teorias da conspiração, fizemos uma espécie de “Randomdocumentary” com tudo o que descobrimos sobre esta villa e o que pudemos indagar quando lá fomos e que pode ver aqui: Stories de Fuerteventura (3) (as histórias de Villa Winter começam a meio). Se quiser ler mais sobre esta lenda da conspiração nazi, contamos-lhe no nosso guia completo de Fuerteventura.

Reserve a sua excursão 4X4 para descobrir a praia mais impressionante da ilha de Fuerteventura.

La impresionante playa de Cofete desde el Mirador Degollada de Oveja
A impressionante praia de Cofete do Mirador Degollada de Oveja. Foto de Randomtrip

Grandes Praias de Corralejo

Grandes Playas de Corralejo. Disfrutamos de la playa todos los días ¡a principios de Marzo!
Grandes Praias de Corralejo. Desfrutámos da praia todos os dias no início de Março! Foto de Randomtrip

Sabia que as maiores dunas das Ilhas Canárias estão em Fuerteventura? A paisagem dourada do Parque Natural de Corralejo estende-se ao longo da estrada costeira FV-1a por mais de dez quilómetros e é composta por mais de 2.600 hectares. É precisamente dentro do parque natural que se encontram as Grandes Praias de Corralejo: mais de 9 quilómetros de praias de areia fina e enseadas com vistas privilegiadas sobre o ilhéu de Lobos, pontilhadas com a ocasional cabana de vigia colorida. Na parte norte das dunas, as praias são mais familiares: algumas estão ao lado dos hotéis, têm mais serviços (bares de praia, salva-vidas,…) e até espreguiçadeiras e guarda-sóis para toda a família, como a praia de Bajo Negro ou a praia de El Burro (outra praia altamente recomendada no final da parte norte é Praia del Moro, esta com menos serviços). A zona sul das dunas é ideal para encontrar pequenas enseadas e desfrutar da tranquilidade do nudismo e da solidão.

Como lá chegar: Chegar às grandes praias de Corralejo é facílimo (desde que esteja com carro, mais informações sobre o transporte em Fuerteventura aqui), pois existem vários parques de estacionamento ao longo dos 9 km de praias e pode geralmente estacionar na berma da estrada. Conduzir nesta estrada é uma maravilha, para ser desfrutada lentamente.

Onde ficar perto desta praia: Corralejo é um dos melhores lugares para ficar no norte da ilha, com opções para todos os gostos e carteiras. É uma cidade com uma atmosfera de praia, pois tem uma pequena praia no centro e muitos restaurantes e bares onde pode desfrutar da noite depois de um dia inteiro na ilha. Aqui estão alguns em várias faixas de preços, desde o estúdio Myfaproject até ao exclusivo Boutique Hotel Tao Vista Mar.

RandomTip: Perto de Corralejo há uma praia curiosa que ficou viral no Instagram: uma praia de… pipocas! É conhecida como “Praia das Pipocas”(Playa de las Palomitas) embora o nome original seja “Playa del Bajo de la Burra“. Nem tudo o que parece é, e, embora quando se chega a esta praia pareça que se está a pisar numa pilha de pipocas, na realidade é coral branco! Basta apreciá-la, inclusive tocá-la, se quiser tirar uma foto e não levar nenhuma “pipoca” como lembrança (se cada pessoa tirar uma pipoca, no final do ano desaparecem vários quilos de coral… ), apelamos à sua responsabilidade.

Aprenda a surfar em Corralejo! Reserve aqui o seu curso de 1, 2, 3, 4 ou 5 dias, à sua escolha.

Saltando en el Parque Natural Dunas de Corralejo. Foto de Randomtrip
Parque Natural Dunas de Corralejo. Foto de Randomtrip

Praias Garcey, Vigocho e Solapa

Playa de la Solapa
Praia de La Solapa. Foto de Randomtrip

A Praia da Solapa, Praia de Vigocho e Praia de Garcey transportaram-nos para a nossa zona preferida de Portugal: as praias do Alentejo e Costa Vicentina. São três praias espetaculares onde se pode desfrutar de um dia sem Internet (aqui não há cobertura) e a natureza na sua forma mais pura. A praia de Garcey é a mais famosa das três (e ainda muito pouco frequentada) por causa do naufrágio de um transatlântico que ocorreu aqui em 1994 (hoje, a única coisa que se pode ver é um pequeno pedaço do navio).

Como lá chegar: Para chegar a estas praias é preciso conduzir devagar e com calma ao longo de estradas não pavimentadas, mas pode-se chegar lá num carro normal, e a paciência compensa, pois não encontrará muitas pessoas.

Onde ficar perto desta praia: O local que recomendamos para ficar perto destas praias, é onde gostaríamos de ter ficado durante alguns dias de relax: Ajuy, uma das aldeias costeiras que mais gostamos na ilha, com a sua praia de areia preta, as suas Grutas (um monumento natural de Fuerteventura) e os seus incríveis atardeceres (leia mais sobre Ajuy neste link). Não há muito em oferta, mas pode ficar neste apartamento a partir de 45 euros/noite, ou neste com terraço e vista para o mar a partir de 65 euros/noite ou Casa Ola, o melhor classificado em Ajuy. Mais alojamento em Ajuy aqui.

RandomTip: No centro da ilha, perto destas praias, recomendamos duas visitas muito interessantes. Betancuria, a mais bela aldeia do interior de Fuerteventura, a primeira povoação da ilha e a sua antiga capital (mais sobre Betancuria neste link). E a incrível formação rochosa do Arco de las Peñitas: é preciso fazer um trilho para apreciar este “arco natural” fotogénico mas nós explicamos aqui como lá chegar (com mapa incluído).

Playa de Garcey. Foto de Randomtrip
Praia de Garcey. Foto de Randomtrip

Praias de Tindaya (Tebeto, Mujer e Jarugo)

Felices en las playas de Tindaya,entre playas y piscinas naturales, al norte de Fuerteventura
Feliz nas praias de Tindaya, entre praias e piscinas naturais, no norte de Fuerteventura. Foto de Randomtrip

Tal como as praias acima mencionadas, estas três praias, Playa de Tebeto, Playa de La Mujer e Playa de Jarugo, fazem-nos sentir um pouco como as nossas queridas praias no Alentejo. São praias mais virgens, com falésias e mares agitados onde provavelmente não encontrará muitas pessoas (especialmente se evitar os fins-de-semana). Para além de Tebeto e Jarugo, que são as principais (e onde encontrará o maior número de pessoas no Verão, já que muitos habitantes locais visitam estas praias), entre elas verá várias enseadas mais pequenas e até uma piscina natural.

Como lá chegar: O caminho para chegar a estas praias não é asfaltado e é bastante rochoso mas indo devagar e pacientemente, chega-se lá sem problemas. Quando alugar um carro, verifique com a empresa de aluguer de automóveis o que está incluído e o que não está, para não ter problemas se algo acontecer.

Onde ficar perto desta praia: Na nossa zona favorita da ilha: El Cotillo. É uma zona de surf com uma atmosfera de verão que convida a abrandar. A rede de pequenas ruas brancas com vista para o mar, a tranquilidade, os poucos mas muito bons restaurantes e os atardeceres que oferece foram algumas das principais razões que lhe valeram este lugar. Neste link incluímos várias opções de alojamento em El Cotillo. Nós adoramos este apartamento com vista para o mar – Cotillo Ocean View – ou este, Oliastur1 Sunset Beach Cotillo. Mais opções de alojamento em Cotillo aqui.

RandomTip: Se gosta de caminhadas e vulcões, no norte de Fuerteventura tem dois lugares que merecem ser incluídos na sua lista: a Montaña Sagrada de Tindaya (há um trilho para caminhar na montanha de Tindaya, embora esteja fechado há vários anos devido a um novo projeto) e o Calderón Hondo (o acesso é fácil e com vistas incríveis, com rotas sinalizadas, pode ir por exemplo de Lajares, estacionando aqui. Mais informações sobre a rota na página 4 deste PDF. Lembre-se de usar calçado adequado). Falamos-lhe mais sobre ambos os pontos e sobre o museu na montanha de Tindaya – a Casa Alta – neste link.

Playa de Tebeto. Foto de Randomtrip
Praia de Tebeto. Foto de Randomtrip

Praia Los Ojos

Playa de los Ojos
Praia de Los Ojos. Foto de Randomtrip

Na estrada não pavimentada de Morro Jable a Cofete, chegará a uma bifurcação na estrada: à direita, irá a Cofete, e à esquerda, a várias praias bonitas e selvagens e a dois faróis. A nossa praia preferida de todas as que explorámos no sul da península de Jandia é Playa de Ojos. Recomendamos-lhe que visite esta praia na maré baixa e, se possível, ao pôr-do-sol: quando a maré baixar, pode ir para a esquerda para aceder a duas outras praias; na última, há uma caverna da qual pode tirar algumas belas fotografias do pôr-do-sol. Se não quiser ir à caverna, o pôr-do-sol em Playa de los Ojos também é maravilhoso. Pode verificar como vai ser a maré , por exemplo, nesta web.

Como lá chegar: A estrada de Morro Jable a El Puertito é, bastante boa (quando lá fomos, estava a ser melhorada, parece que o fazem frequentemente) mas o acesso a Playa de los Ojos (bem como às outras praias selvagens no sul da península de Jandia) é através de estradas de terra que estão em pior estado (nada que não se possa fazer com paciência num carro normal). Esta praia é logo a seguir a El Puertito, a caminho do farol de Punta Pesebre, antes de chegar ao aeródromo abandonado (construído por Gustav Winter, o mesmo homem que construiu a Villa Winter, e cuja lenda diz que se destinava a receber aviões alemães). Para descer à praia, deve encontrar uma espécie de caminho que conduza a algumas escadas (deixamos-lhe o local exacto no mapa).

Onde ficar perto desta praia: Tal como com Cofete, a nossa recomendação para ficar o mais perto possível de Playa de los Ojos é ficar em Morro Jable, uma base ideal para explorar o sul. Além de várias opções de refeições (veja neste link as nossas recomendações de restaurantes no sul da ilha), Morro Jable também oferece uma gama de opções de alojamento: veja a nossa seleção neste link (do orçamento mais económico ao mais caprichoso) e encontre ainda mais aqui. Outra opção de alojamento no sul é em Gran Tarajal.

RandomTip: Há dois faróis que pode visitar por aqui: o farol de Punta Jandía e o de Punta Pesebre, este último um local ideal para observar o pôr-do-sol, embora esteja ciente de que tem de regressar pela mesma estrada não pavimentada (de aqui a Morro Jable são cerca de 40-45 min de carro). Mais informações sobre esta área, os seus faróis e mais curiosidades neste link (sabia que pelo menos um filme de Hollywood foi filmado aqui?).

Playa de los Ojos
Playa de los Ojos e o farol de Jandía ao fundo. Foto de Randomtrip

Praia de Esquinzo

Un trozito de nuestro corazón se quedó en la playa del Esquinzo
Praia de Esquinzo. Foto de Randomtrip

Ao sul de Cotillo estão algumas das nossas praias preferidas da ilha: belas, enormes, selvagens entre falésias, de difícil acesso e com o mar mais forte, como a incrível praia de Esquinzo. É o paraíso dos surfistas (de facto verá muitos surfistas por lá), mas do lado esquerdo, na maré alta e devido à inclinação, forma-se uma espécie de piscina natural na areia e entre rochas onde se pode dar um mergulho relaxante. O cenário é espetacular, entre penhascos.

Como lá chegar: A estrada de El Cotillo a El Esquinzo não é pavimentada, por isso é preciso ir devagar, mas as praias (e as vistas das montanhas) no caminho valem totalmente a pena. Para chegar à praia de Esquinzo, é preciso percorrer os caminhos de terra (pode vê-los no Google Maps) e estacionar no ponto que deixámos no mapa (provavelmente haverá mais carros, por isso não se deve perder). Para descer, recomendamos o uso de calçado adequado (é melhor não ir de chinelos de dedo), uma vez que se tem de caminhar um pequeno trecho entre pedras, o que não é indicado (parece mais difícil do que é e vale totalmente a pena).

Onde ficar perto desta praia: Claro, o melhor lugar para ficar (e comer) é na nossa aldeia favorita: El Cotillo. Recomendamos-lhe onde dormir em El Cotillo aqui e onde almoçar/jantar aqui.

RandomTip: Perto desta praia está o início do caminho para o Barranco de los Enamorados (ou Barranco de los Encantados), uma obra de arte geológica criada pelo vento, pela água e pelo tempo, rodeada por grandes muros de areia marinha, alguns dos quais com mais de 20 metros de altura, uma vez que esta parte da ilha foi submersa sob as águas do Atlântico há 135.000 anos. Muito interessante! Nós dizemos-lhe como lá chegar e o que ver neste link.

El paisaje de montañas majoreras que te encuentras al subir de la playa de la Escalera o de Esquinzo
A paisagem das montanhas de Fuerteventura. Foto de Randomtrip

Playas de Jandia (Mal Nombre, Esmeralda)

Playa del Mal Nombre, nuestro rincón preferido de mar
Playa del Mal Nombre, o nosso lugar preferido junto ao mar. Foto de Randomtrip

A nossa praia favorita na ilha, aquela que mais vezes repetimos e aquela que sempre tivemos em mente como o primeiro plano para a desconfinação (sabia que passámos o primeiro confinamento devido à pandemia de Covid-19 em Fuerteventura?). É uma praia incrível, bastante abrigada na ilha ventosa (ou, como por vezes lhe chamamos: a ilha de Fuertevientura) com um mar calmo, transparente, de cor turquesa. O lado esquerdo da praia é normalmente uma zona de nudismo. Tem um bar de praia onde se pode beber uma cerveja e comer algumas batatas a murro, mas não sabemos se é por estar num enclave privilegiado ou não, mas os preços são caros para a ilha (cerveja 5 euros, sanduíche 7 euros). Mesmo assim, vale a pena para o local. Nas proximidades, ao lado de Costa Calma, também tem Playa Esmeralda, uma praia maravilhosa com águas turquesas onde pode passar o dia.

Como lá chegar: Mal Nombre é uma praia de fácil acesso, como a maior parte de Costa Calma, uma vez que se pode estacionar mesmo na praia. O mesmo se aplica à Playa Esmeralda, embora se tenha de caminhar alguns metros ao longo de um caminho de terra batida.

Onde ficar perto desta praia: O sul é uma grande base para visitar algumas das maravilhosas praias da região (como uma das nossas favoritas, Mal Nombre), bem como para chegar a Cofete. Neste caso, vamos recomendar uma zona turística mais internacional (em comparação com Morro Jable ou Gran Tarajal, que são mais locais) mas com muito mais para oferecer: Costa Calma. Existem várias opções na área, mas o Apartamento Vista Esmeralda, mesmo na praia de Esmeralda, é o que escolhemos para a nossa próxima visita (ok, precisa do carro para tudo porque não há nada a pé, mas acordará numa das praias o mar mais turquesa da ilha).

RandomTip: Apesar de não considerarmos percursos pedestres na ilha, porque é bastante árida, quente e sem sombras, existem percursos para conhecer a ilha a pé que estamos ansiosos por tentar e que faremos quando regressarmos a Fuerteventura. Por exemplo, a rota de Costa Calma a Cofete entrando por Playa Larga e escalando o Pico de Zarza, onde pode desfrutar de vistas espetaculares, provavelmente sozinho ou com muito poucas pessoas.

Disfrutando de las aguas cristalinas de las playas de Jandía
Desfrutar das águas cristalinas da praia de Esmeralda. Foto de Randomtrip

Playa del Águila o Playa de la Escalera

Playa de la Escalera o Playa del Águila
Playa de la Escalera ou Playa del Águila. Foto de Randomtrip

A Playa del Águila, também conhecida como Playa de la Escalera, também chegou ao nosso Top-10 das Praias. Não sabemos de onde vem o primeiro nome (talvez porque do topo da falésia, onde se estaciona, se pode ver tudo desde cima com um olho de águia?), mas o segundo é claro, quanto a descer para esta praia há uma enorme escadaria construída em cimento. A verdade é que quando fomos, as escadas estavam bastante deterioradas e em mau estado e havia um certo risco ao utilizá-las (não é para todos), mas graças a isto, menos pessoas a visitam e como é tão grande, é fácil sentir-se só. Aparentemente, no momento de escrever este post temos informação que a escadaria está a ser renovada, por isso certifique-se antes de ir – cuidado com as correntes! O mar é bastante agitado e é aconselhável visitar na maré baixa (em Fuerteventura tem de se habituar a verificar as marés e o vento, aqui contamos-lhe mais).

Como lá chegar: Como mencionámos na secção sobre Playa del Esquinzo (vizinha Playa del Águila), a estrada de El Cotillo a Playa del Águila não é pavimentada, pelo que é preciso ir devagar, mas as praias (e as vistas das montanhas de Fuerteventura) no caminho valem a pena. Quando lá chegar, estacione e desça as escadas com muito cuidado.

Onde ficar perto desta praia: El Cotillo (recomendamos onde dormir em El Cotillo aqui) ou Lajares (a aldeia que é a “capital hipster de Fuerteventura”), uma aldeia com um ambiente jovem e lugares agradáveis para comer ou beber. Recomendamos vários lugares para dormir em Lajares aqui, mas a piscina em Villa Sheperd é a melhor.

RandomTip: Se em vez de irmos para sul formos para norte de Cotillo, encontraremos praias com águas calmas e relaxadas, tais como Playa de la Concha e as praias conhecidas como Playas de los Charcos, pequenas praias onde se formam poças ou piscinas naturais. Recomendamos que explore também estas praias e termine o dia num dos melhores locais da ilha para ver o pôr-do-sol: o farol del Tostón. Depois, dirija-se a Lajares para uma bebida no La Bodega de Lajares, onde Sebas, o proprietário, cuidará muito bem de si (pode provar a cerveja artesanal Ocho Pies), ou no Fuerte Vida, onde pode provar arepas venezuelanas e, se tiver sorte, ouvir música ao vivo.

Playa de la Escalera. Foto de Randomtrip
Praia de La Escalera. Foto de Randomtrip

Praias selvagens no sul de Jandía

Playa de la Señora, una de las playas salvajes increíbles al sur de Jandía
Playa de la Señora, uma das incríveis praias selvagens a sul de Jandía. Foto de Randomtrip

Se tiver tempo, recomendamos-lhe que tire um dia para explorar as belas e selvagens praias e os dois faróis (Faro de Punta Jandía e Faro Punta Pesebre) no sul da península Jandía. Basta tomar a estrada não pavimentada de Morro Jable até Cofete, na bifurcação da estrada, virar à esquerda (à direita vai-se para Cofete), o mesmo que ir para Playa de los Ojos, de que já lhe falámos neste post. Uma curiosidade sobre esta estrada não pavimentada (aquela entre Morro Jable e El Puertito) é que está em muito mau estado há muito tempo (tão mau que as mulheres grávidas tinham de ir a Puerto del Rosario antes de dar à luz para lá ficarem alguns dias, caso contrário era impossível chegar a tempo ao hospital), e só foi realmente melhorada quando o filme Êxodo foi filmado lá. Incluimos todas as praias do sul de Jandía que conhecemos no mapa no nosso guia completo de Fuerteventura, mas destacamos, por ordem de Morro Jable ao farol: Playa de la Señora (enorme e muito próxima de Morro Jable), Playa de las Pilas e Playa Morro de Potala.

Como lá chegar: Como lhe falámos de Playa de los Ojos (vizinha destas praias), a estrada que liga Morro Jable a El Puertito é atualmente bastante boa, mas o acesso a estas praias selvagens no sul da península de Jandía é através de estradas de terra que se encontram em piores condições. Recomendamos que abra o Google Maps e olhe para as praias e estradas de terra (na vista de satélite) enquanto percorre a estrada, para parar naquelas que chamam a sua atenção. No nosso mapa encontrará a localização exata de cada praia e os pontos de como pode lá chegar de carro e respetivo estacionamento.

Onde ficar perto desta praia: Em Morro Jable, nesta aldeia piscatória com uma enorme praia, localizada na encosta sul do Maciço Jandía, é onde pode dormir o mais perto possível das belas e selvagens praias do sul de Jandía e Cofete, caso queira desfrutar de algumas das mais incríveis praias da ilha (mas também das mais inacessíveis).

RandomTip: Recomendamos que não traga um lanche para explorar estas praias, pois pode desfrutar de uma excelente refeição no El Caletón em El Puertito (Punta Jandía). É um excelente restaurante com pratos de peixe fresco, marisco e arroz, mesmo junto ao mar, mas lembramos que está fechado às segundas-feiras.

Playas increíbles para disfrutar en soledad (o con muy poquita gente) al sur de Jandía
Incríveis praias para desfrutar sozinhas (ou com muito poucas pessoas) no sul de Jandía. Foto de Randomtrip

Dicas para desfrutar das praias de Fuerteventura

  • Respeite as outras pessoas: não toque a sua música alto na praia (se quiser ouvir música, use auscultadores), não deixe lixo, não atire pontas de cigarro, etc. Deixe a praia melhor do que a encontrou.
  • Há zonas onde o banho é perigoso devido a fortes correntes, por exemplo, na praia de Cofete…não se arme em protagonista de “Marés Vivas”.
  • Se a praia é nudista, seja nudista. Se não quiser fazer nudismo, vá a outra praia ou afaste-se daqueles que o estão a fazer para não fazer essas pessoas sentir-se desconfortáveis. Uma vez que a maioria das praias de Fuerteventura não são praias de nudismo, para umas ou outras que há, respeite-as.
  • Não vá ao Oasis Park ou similar – não seja cúmplice de maus tratos a animais! É também muito provável que se depare com a opção de passeios de camelo, uma vez que são oferecidos em diferentes partes da ilha (no parque nacional Dunas de Corralejo, por exemplo). Recomendamos e pedimos-lhe que NÃO o faça, pois trata-se de mais um exemplo de abuso de animais.
  • Se vir algum animal (os esquilos em Fuerteventura são uma espécie invasiva; ou as tartarugas e peixes que -infelizmente- são atraídos com pão no snorkel para Isla de Lobos): não lhe toque, não lhe faça mal, não o assuste, não o alimente. Respeite a fauna e a flora do lugar. Ao alimentar estes animais, estamos a interferir nos seus processos naturais e a contribuir para a alteração do seu comportamento. Não o faça.
  • Viajar sempre com seguro de viagem: é sempre aconselhável, mas ainda mais em tempos de pandemia. Despesas médicas devidas ao Covid-19, roubo ou problemas com o seu avião numa viagem podem custar-lhe muito dinheiro, por isso o ideal é fazer um seguro de viagem que o inclua. Utilizamos sempre a IATI que inclui tudo isto e recomendamo-la.

Se subscrever o seu seguro através deste link, recebe um desconto de 5%.

Se é uma daquelas pessoas que tendem a esquecer sempre algo em casa, como nós, aqui encontrará uma lista com tudo o que consideramos essencial para levar na sua mochila/ mala de viagem para desfrutar ao máximo desta viagem.


Depois dos meses que passámos a explorar e a apaixonar-nos por Fuerteventura, fazer esta classificação foi um exercício difícil. Se puder, dedique um dia (ou meio dia) a cada uma destas praias na sua visita à ilha e não se arrependerá… (Atenção! há muitas mais praias, estas são apenas as nossas preferidas das que tivemos a sorte de desfrutar).

Bons mergulhos!

¡Hasta pronto, Fuerte! Foto de Randomtrip
Até breve, Fuerte!

Gostou do nosso guia? Pode poupar e apoiar o nosso trabalho!

Se o nosso guia foi uma boa ajuda para a sua viagem, pode apoiar este projeto e poupar nas suas reservas usando os seguintes links:

  • 5% de desconto no seu seguro de viagens com a IATI (inclui cobertura Covid-19)
  • Até 15% de desconto na Booking.com
  • Alugue um carro ao melhor preço com DiscoverCars
  • Reserve os seus tours com antecedência e não fique sem lugar com a Civitatis
  • Encontre voos baratos no Skyscanner e na Kiwi
  • Não fique sem internet na sua viagem com os cartões SIM da Holafly até 5% de desconto
  • Peça um cartão Revolut, para levantar dinheiro sem comissões em todo o Mundo

Disclaimer: Este guia contém links de afiliados o que significa que ao usá-los, recebemos uma pequena comissão no Randomtrip. A si não lhe custa nada e, por vezes, até lhe sairá mais barato pelos descontos que conseguimos e a nós ajuda-nos e motiva-nos a continuar a criar guias tão completos quanto este.

5/5 - (3 votes)

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.